Encontre o que procura mais facilmente
Topo
História

A-dos-Cunhados

A fundação da freguesia de A-dos-Cunhados data de 15 de Dezembro de 1581. O assentamento desta área, originado no antigo período paleolítico foi resultante da fertilidade dos solos, enriquecido pelas margens do rio Alcabrichel.

 

O nome A-dos-Cunhados refletiu os primeiros habitantes: três cunhados que habitavam uma grande propriedade, que mais tarde foi dividida entre eles e seus descendentes. Mas, a partir dos escritos do Bispo, havia dois cunhados e não três (chamados de Quinta Dos Cunhados).

 

A paróquia de A-dos-Cunhados foi criada em 1581, por Jorge de Almeida, arcebispo de Lisboa (com a permissão do Bispo de Targa), depois que em 1572 autorizou as primeiras celebrações de missa na capela local ) Dois anos antes.

 

Em 1527 havia 27 vizinhos na freguesia (formada por Aldeia dos Cunhados, ditas do Sobreiro Curvo, Paradas e Póvoa, dita da Maceira e dita do Pai e Correia com casais).

 

A dos Cunhados tornou-se Vila em 21 de Junho de 1995.

História

Maceira

A aldeia da Maceira pertenceu à freguesia de A-dos-Cunhados desde a sua criação, em 1864, mas a Maceira como uma freguesia independente foi criada em 20 de Junho de 1997, em Outubro de 2013 a freguesia de Maceira foi extinta e agregada à freguesia de A-dos-Cunhados, tendo então sido criada a União de Freguesias de A-dos-Cunhados e Maceira.

(retirado da pág.89 do livro 30 anos Do Poder Local)

 

Os últimos representantes da Freguesia da Maceira foram, desde 2009 até 2013, Francisco Inácio (Presidente) , Francisco Pinto (Secretário) e António Marques (Tesoureiro).

 

A freguesia da Maceira tinha uma área de 8,39 km quadrados e em 2011 contava com 1932 habitantes e uma densidade populacional de 230,3 km quadrados.